BLOG ALIANÇA FRANCESA  gOIÂNIA

Museu d'Orsay: Arquitetura em Movimento

Atualizado: 8 de dez. de 2021


Um dos mais famosos museus da França, o Museu d'Orsay reúne obras belíssimas de pintores e escultores renomados da arte mundial. O museu se encontra em um espaço alternativo e interessante, isso porque o museu está instalado em uma antiga estação de trem francesa, a Gare d'Orsay.


Durante década de 1940, com o crescente número de usuários, as plataformas curtas da estação tornaram-se inadequadas para os trens mais longos. Decidiu- se assim que a estação seria usada para trajetos de trens menores, e suburbanos, até que durante a Segunda Guerra Mundial, parte da estação tornou-se um centro de correspondências.


No ano de 1970, uma permissão foi concedida para a demolição da estação, felizmente isso não ocorreu e entre 1970 à 1973 o edifício foi usado como um hotel. Somente em 1978 que foram iniciadas as obras para a adaptação do espaço para o museu, que ficou pronto para receber suas primeiras obras em 1986.


O museu d’Orsay tem foco em obras produzidas de 1848 a 1914. Essas obras vieram de 3 museus diferentes: do Museu do Louvre; do Museu Jeu de Paume e do antigo Museu Nacional de Arte Moderna.


O grande destaque do museu é abrigar a maior coleção de pinturas impressionistas e pós-impressionistas do mundo, reunindo obras de pintores consagrados como Monet, Manet, Cézanne, Degas, Renoir, Seurat, Sisley, e Van Gogh.


O Museu d’Orsay acabou se tornando um dos principais do mundo devido a seu acervo riquíssimo.

17 visualizações0 comentário