BLOG ALIANÇA FRANCESA  gOIÂNIA

Hanukkah: Festival das Luzes

Atualizado: 9 de dez. de 2021


Vai chegando o final do ano e vamos nos preparando para o Natal, mas você sabia que a celebração deste evento não é comum, ou não foi incorporado, em todas as tradições ao redor do mundo?


Pois bem, para as comunidades judaicas esse período do ano é dedicado a celebração de outro evento, o Hannukka (também pode ser escrito como Chanucá ou Hanucá). Mas afinal, do que se trata essa celebração?


O Hanukkah, também conhecido como o festival das luzes é uma celebração de origem judaica, que comemora a história do milagre da luz. De acordo com registros históricos, por volta do ano de 168 a.C , os selêucidas (gregos-sírios), invadiram Jerusalém (a Terra sagrada) e tomaram seus templos para adorar as divindades gregas.


Essa invasão foi seguida da proibição de qualquer manifestação religiosa judaica, praticantes da religião eram sentenciados com a pena de morte.

Após três anos de lutas, um pequeno grupo de guerreiros, conhecidos como Macabeus, conseguiram expulsar os selêucidas da Terra Sagrada (Jerusalém) e reconquistam juntamente com o seu templo, o direito de professarem livremente sua religião.


Ao fim da batalha, resolveram acender uma lâmpada para purificarem seu templo. Embora o óleos que eles tinham fosse suficiente para apenas uma noite, milagrosamente, ele queimou por oito noites até que fosse possível eles conseguirem mais e é isso que Hanukkah celebra: o milagre da luz.


O Festival das Luzes é originalmente baseado no calendário hebraico, que é diferente do nosso, chamado de calendário gregoriano, as comemorações começam no dia 25 de Kislev.


As celebrações ocorrem no nono mês do calendário judaico (final de novembro, começo de dezembro) e duram oito dias, nesse tempo são realizadas as seguintes cerimônias:


1. Acender a Menorá: uma das principais tradições do Hanukkah é acender a Menorá (um candelabro com espaço para oito ou nove velas), uma vela é acesa a cada noite até que todas estejam acessas.


Às vezes a Menorá leva nove velas, a 9ª trata-se de uma vela "auxiliar" que é usada para acender as demais. As oito velas juntas simbolizam as oito noites do milagre da luz e comumente as famílias deixam a Menorá nas janelas, para que as outras pessoas a vejam e lembrem do milagre da luz.


2. Jogar dreidels: Durante as comemorações do Festival das Luzes, as crianças jogam o dreidel que é uma espécie de peão de quatro lados, e cada lado tem uma letra do alfabeto hebreu, ou o acróstico que se forma com as quatro letras que significa: ‘um milagre aconteceu aqui.


3. Comidas típicas: Assim como em outras comemorações, o Hanukkah também conta com um momento para compartilhar uma refeição com a família e os amigos, e existem alguns pratos que já fazem parte da tradição do feriado, dentre eles o sufganiot, uma espécie de sonho, latkes, um bolinho de batata e cebola que se serve como acompanhamento ou rugelach, um doce tradicional.






4 visualizações0 comentário