BLOG ALIANÇA FRANCESA  gOIÂNIA

21 de Abril: Dia de Tiradentes

Atualizado: 8 de dez. de 2021


Minas Gerais, Cidade de Pombal, 12 de novembro de 1746. Nasce Joaquim José da Silva Xavier que futuramente seria conhecido como Tiradentes e um importante líder revolucionário da Inconfidência Mineira.


Joaquim ganhou o apelido “Tiradentes” por causa de sua profissão de dentista prático, que na época não requeria num estudo formal. Ele prestava serviço nas províncias de Minas Gerais e Rio de Janeiro.


O movimento conhecido como Inconfidência Mineira objetivava proclamar a capitania de Minas Gerais como uma República Independente da Coroa Portuguesa. Neste movimento Tiradentes era um dos líderes, junto com o tenente-coronel Francisco de Paula Freire de Andrade, os poetas Cláudio Manuel da Costa, Tomás Antônio Gonzaga e Alvarenga Peixoto.

Os inconfidentes lutavam contra contra o domínio português exercido no território e tinha por objetivo a retirada do Visconde de Barbacena do poder.


Mas o movimento não foi bem sucedido, tendo sido delatados, todos os inconfidentes foram presos.


Tiradentes foi condenado a três anos de prisão e foi a única pessoa condenada a enforcamento entre os seus colegas inconfidentes.


O enforcamento ocorreu no dia 21 de abril de 1792, foi enforcado, esquartejado e exposto na Plaza de Lampadosa, no Rio de Janeiro.


A ideia dos governantes da época era fazer do caso de Tiradentes um alerta, mas a história o colocou como um ícone da liberdade e da independência do Brasil.


Mas ao longo da história da humanidade, assim como Tiradentes, muitas pessoas arriscaram suas vidas em prol da liberdade de seu povo ao longo dos anos. Vamos citar abaixo dois símbolos de luta em seus países (Francófonos) que, assim como Tiradentes, não mediram esforços e nem desistiram na luta pela liberdade.


Princesa Aqualtune

Nascida no antigo Reino do Congo e filha do rei. Após a derrota na batalha de Mbwila em 1665, a princesa Aqualtune foi escravizada no Brasil, lutando para defender os direitos do seu povo fugiu e ajudou a fortaleceu o que se tornou o Quilombo dos Palmares.


Com ascendência nobre e um histórico de administrar batalhas em sua terra natal, Aqualtune recebeu uma aldeia para comandar. Pouco depois que chegou, deu à luz a Ganga Zumba, aquele que seria um dos maiores líderes da comunidade e é também avó de Zumbi dos Palmares, último líder do quilombo.



Toussaint Louverture

Considerado um dos maiores revolucionários negros das américas. L'Ouverture esteve a frente na luta para a independência haitiana.


Guerrilheiro competente, ele conduzia até as suas terras os melhores combatentes para treinar seu exército, mesmo brancos ou espanhóis, eram recrutados para o treinamento.


Organizou na ilha de Saint Domingue com cerca de meio milhão de escravizados, a chamada Revolução do Haiti. Onde mesmo depois de sua morte o seu legado continua dando vigor para a construção de um novo território, dotado de liberdade e igualdade.


Encontramos espalhados pelo mundo estatuas em sua homenagem, um hospital já levou o seu nome e filmes sobre ele.

Gostou desse conteúdo? Nos deixe um comentário.





6 visualizações0 comentário