top of page

BLOG ALIANÇA FRANCESA  gOIÂNIA

Como é Celebrada a Páscoa na França?


No Brasil a celebração da Páscoa é recheada de referências cristãs e ovos de chocolate. Mas, cada lugar do mundo tem seus costumes para este evento do ano. E vocês curiosos da francofonia devem estar se perguntando, como é celebrada a Páscoa na França?


Antes de mostrarmos alguns pontos bem interessantes sobre esta data festiva na França, vamos revisitar um pouco da nossa tradição brasileira, para conseguirmos percebem melhor como cada país vivencia esta celebração.


De forma bem resumida, a Páscoa, como conhecemos hoje, no Brasil tem suas origens vinculadas à tradição cristã, que celebra a ressureição de Jesus Cristo e o coelho que traz os ovos de chocolate são uma herança alemã que a nossa festividade carrega.


Ambas referências são muito presentes nas nossas comemorações hoje, mal chega o mês de abril e os ovos passam a decorar as lojas e tentar os usuários do Instagram. As celebrações religiosas também são mantidas e guardadas por muitas pessoas no país.


Agora, vamos pegar um voo até a terra do croissant, para conhecer as tradições pascoais de lá. Separamos uma lista com 6 tradições francesas de páscoa para que você conheça como a data é celebrada na França, allons-y!


1. Segunda-feira da Paixão


Aqui no Brasil, antes do domingo de Páscoa, temos o tão aguardado feriado de sexta-feira da Paixão. Contudo, a Páscoa na França funciona de uma forma diferente, a folga acontece na segunda-feira seguinte à páscoa, chamada de Lundi de Pâques (Segunda-feira de Páscoa), que é o primeiro dia que segue a semana da Paixão de Cristo.


Esta tradição vem de um costume que existia na Idade Média, naquele tempo toda semana que seguia ao domingo de Páscoa era feriado. A folga era cedida para que os peregrinos pudessem realizar uma viagem de ida e volta para a Roma chamada de “Octave de Pâques”. Era desta forma até 1801, quando Napoleão decretou que o feriado ficaria restrito à segunda-feira.


2. Árvores de Páscoa


Assim como acontece na época do Natal, no leste da França, mais especificamente na região da Alsácia, é comum observar casas decoradas com buquês e motivos de páscoa. Outra semelhança com o evento natalino é a decoração de árvores, mas neste caso a decoração das árvores locais são feitas com ovos cozidos pintados.


3. Almoço de Páscoa


No domingo de Páscoa, com o fim da Quaresma, é realizado um almoço para a entrega do jejum. Aqui no Brasil não temos um alimento ou prato muito específico, as pessoas simplesmente voltam a comer sem restrições.


Já almoço de Páscoa na França mantém a tradição de, especificamente, comer cordeiro nesta refeição para quebrar o jejum da Quaresma. Existem várias receitas para o preparo da carne, o mais popular é um preparo que leva legumes da primavera, podendo ter variações como alcaparras, azeitonas, aspargos, alho poró e outros ingredientes.


E a escolha deste animal não é por acaso, está relacionada a simbologia cristã do cordeiro a Cristo, como está referenciado na bíblia “cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo”. Além disso, o cordeiro (e a ovelha) também é tido como um símbolo de pureza, inocência e justiça.


4. A caça aos ovos de chocolate


No Brasil temos os nossos ovos entregues em mãos, ou até com um cuidado maior se for um ovo de colher. Agora, para comer ovos de Páscoa na França as crianças precisam trabalhar duro para encontra-las.


A tradição de caça aos ovos acontece no domingo de Páscoa, geralmente é um evento mais direcionado e programado para as crianças, os doces são escondidos pelo jardim ou pela casa para que as crianças os procurem, agora é ver quem encontra mais!


Aproveitando este tópico, vamos fazer uma pequena viagem no tempo para conhecer a origem do ovo como um símbolo da Páscoa.


Podemos ver referências ao ovo na idade antiga, no Egito e outras civilizações, como representação da fertilidade, renovação e eclosão da vida. Ele costumava ser um presente trocado entre as pessoas nesta mesma época do ano, que coincide com o início da primavera.


Com o passar dos séculos, ao invés de ser relacionado com o início da primavera, o ovo passou a ser usado como um símbolo da Páscoa. Mas a história dos ovos ainda passou por mais umas mudanças que não param por aqui.


De onde veio a ideia de decorar os ovos? Então, a tradição de decorá-los surgiu na Idade Média. Naquele período, durante a quaresma, as pessoas se abstinham de comer ovo por quarenta dias, a fim de não desperdiçar as produções desse período, os ovos eram cozidos e decorados para serem dados como presente para comemorar o fim das privações e o renascimento de Cristo.


5. Sininho da Páscoa o que trazes pra mim? Um ovo, dois ovos, três ovos assim...


A música pode parecer errada para nós brasileiros, mas ela não estaria errada para os franceses. O símbolo que traz os ovos na páscoa francesa não é um coelho e sim um sino, mas porque um sino?


Esta tradição vem de uma lenda, da antiguidade até os dias de hoje os sinos das igrejas tocam para chamar a comunidade para ir à missa, contudo de quinta-feira ao sábado da semana santa, em respeito ao martírio e à morte de Cristo, os sinos não tocam.


Mas antigamente, acreditava-se que os sinos não tocavam porque estavam viajando para Roma a fim de serem abençoados pelo Papa e, quando retornavam de madrugada do domingo de Páscoa, cheios de ovos que eles deixavam cair pelo caminho, criando a tradição de caça aos ovos que persiste até hoje.


6. Mas e o coelho de Páscoa, cadê?


O coelho não fica de fora da celebração, só que ele não tem o mesmo peso e a mesma representação que ele apresenta aqui para nós. Na França, o coelho aparece nos chocolates artesanais, que se tornam muito populares nesta época do ano, mas não apenas o coelho, outros animais também aparecem como a galinha, ou até o peixe.




Então, qual foi o item que você mais achou interessante do artigo? Conta aí para gente nos comentários! Já estuda #francês? Não!? Então, venha conhecer os cursos da Aliança Francesa de Goiânia.

3.381 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page