BLOG ALIANÇA FRANCESA  gOIÂNIA

  • admifinanceiro

Filmes francófonos premiados no Festival de Cannes para ver em casa.

Atualizado: Abr 6


Criado por Jean Zay, em 1946, o festival de cannes é considerado a mais importante premiação do mercado cinematográfico internacional. Até o ano de 2002 era conhecido como Festival Internacional du Film, mas com sua grande popularidade passou a ser chamado de Festival de Cannes, devido ao fato de acontecer na cidade francesa com o mesmo nome. Reúne anualmente os profissionais mais admirados da indústria, e também revela artistas incríveis e promissores a cada edição.


Apesar do festival premiar filmes de diferentes países, nesta lista, vamos indicar alguns filmes francófonos premiados em cannes pra você ver ou rever. Aproveite!


Portrait de la jeune fille en feu (Retrato de uma jovem em chamas)

Romance/Drama – 2019. Direção: Céline Sciamma.

França 1770. Marianne (Noémie Merlant), uma jovem pintora, é contratada para fazer o retrato de casamento de uma jovem mulher que acabou de deixar o convento. A jovem Héloïse (Adèle Haenel) é uma noiva relutante, e a artista deve retratá-la em segredo, passando a observá-la ao longo do dia para pintá-la durante a noite. Ambas se aproximam ao longo do tempo e compartilham os últimos momentos de liberdade antes do casamento iminente.


120 battements Par Minute (120 batimentos por minutos.)

Drama – 2017. Direção: Robin Campillo

França,1990. O grupo ativista Act Up está intensificando seus esforços para que a sociedade reconheça a importância da prevenção e do tratamento em relação a Aids, que mata cada vez mais há uma década. Recém-chegado ao grupo, Nathan (Arnaud Valois) logo fica impressionado com a dedicação de Sean (Nahuel Pérez Biscayart), apesar de seu estado de saúde delicado. O filme é emocionante e retrata um momento pouco conhecido da história recente da França.

Amour (Amor)

Drama – 2012. Direção: Michael Haneke

Georges (Jean-Louis Trintignant) e Anne (Emmanuelle Riva) são um casal de aposentados apaixonados por música. Eles têm uma filha musicista que vive em outro país. Certo dia Anne sofre um derrame e fica com um lado do corpo paralisado. O casal de idosos passa por graves obstáculos que colocarão o seu amor em teste.

Atlantique

Romance/Drama – 2019. Direção: Mat Diopi

Prometida a um homem rico, Ada (Mame Bineta Sané) fica devastada quando Souleimane, o homem que realmente ama, desaparece no mar. Quando os corpos dos colegas dele aparecem na costa, Ada assume que seu amado está morto. Atlantique é um filme Senegalês, co-produzido com a França. A diretora, Mat Diopi foi a primeira negra a competir pela Palma de Ouro.

Mon Oncle (Meu tio)

Comédia – 1958 Direção: Jacques Tati

Gerard vive em uma mansão futurista. Sua vida é excessivamente organizada e aborrecida. Com a chegada de seu tio, Monsieur Hulot, que é sonhador e cheio de fantasias, sua rotina muda completamente. Os dois acabam se tornando grandes companheiros, o que desagrada muito ao pai de Gerard, que quer evitar a "má" influência de Hulot.



Gostou desse conteúdo? Tem alguma sugestão?

Cadastre-se e nos deixe um comentário.